sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

ANÁLISE ERGONÔMICA NO POSTO DE TRABALHO


Sabe-se que os distúrbios ergonômicos são responsáveis pelo número elevado de absenteísmo nas empresas. Muitos trabalhadores são vítimas de queixas constantes de dores lombares, punhos, dorsais, dentre outras em função da parcialização, rotinização e a massificação das atividades, sendo estes fatores que contribuem para a alta incidência de doenças ocupacionais.

A ergonomia é a adaptação do trabalho ao homem com o objetivo de melhorar a eficácia do sistema de trabalho, evitar o risco de distúrbios ocupacionais e, desta forma, favorecer a saúde do trabalhador (revista proteção, dez/2010). Através dessa premissa o profissional de segurança precisa analisar as atividades de alta repetitividade ou monótonas, avaliando o comportamento do profissional que a executa, observando através dos seus relatos os possíveis desconfortos e queixas ocasionados pela tarefa, para enfim agir adequadamente no controle desses riscos.

Para melhor prevenir os funcionários quanto as doenças ocupacionais relacionadas a ergonomia, o analista de segurança deve estar munido de ferramentas de análise adequadas para detecção desses riscos. O software ERGONOLÂNDIA (disponível no link abaixo para download) poderá vir a ser um aliado na identificação desses riscos. Sob a ótica da Ergonomia, este software permite avaliar as condições de trabalho,visando melhorar as condições inadequadas. O programa possui 20 ferramentas Ergonômicas destinadas a avaliar a situação dos trabalhadores, dentre elas destacamos os métodos de análises OWAS e NIOSH, muito utilizados por ergonomistas e fisioterapeutas.
O arquivo disponível para download é uma versão demo, que expira em 30 dias, porém vale a pena testar sua eficiência para futuramente adquirí-lo.




Segurança Sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário